Lunefe à procura de mercados alemão e holandês no Modtissimo

  • Partilhar

Há já 25 anos no mercado, a Lunefe escolheu a edição 60+3 do MODTISSIMO para se estrear no certame. “As expectativas são altas, pois acreditamos que podem surgir grandes oportunidades nos mercados alemão e holandês, com que esperamos estabelecer contactos”, contou Eduardo Silva, creative director, ao T Jornal.

Atualmente com toda a produção destinada a mercados internacionais, “nomeadamente Espanha, França, Alemanha, Dinamarca, Estados Unidos da América e Canadá”, a Lunefe vê a crescente internacionalização do MODTISSIMO como um dos fatores que levou a empresa a escolher estar presente.

“Esta presença está alinhada com a estratégia que pretendemos na nossa empresa”, revelou Eduardo Silva acrescentando que o objetivo da Lunefe é o de “atrair relações estáveis e duradouras com novos clientes e novos mercados”.

Sendo uma empresa completamente vertical, apresentará um vasto portefólio de produtos para homem, mulher e criança. Caracterizando-se como especializada em corte e costura, a empresa sediada em Guimarães “proporciona aos seus clientes um serviço completo, desde o desenvolvimento e IDT (impressão digital e convencional) até à produção e distribuiçã

São estes fatores, conjuntamente com o nível tecnológico, a capacidade organizativa e logística e know-how, “que permitem que sejamos uma empresa na vanguarda da indústria da moda de roupa interior masculina”, enfatizou o maker e creative director.

Parceiros de alguns dos maiores nomes ligados ao sector da moda, como é caso Aime Leon Dore, Val Kristopher, Legend London, Lyle Scott ou Tiger of Sweden, a Lunefe vai até ao MODTISSIMO “apresentar o que melhor faz: somos referência no sector pela qualidade, capacidade de resposta e qualidade de serviço de acompanhamento ao cliente excelente”.

Próximo artigo
Lofer: Modtissimo é porta aberta para a internacionalização